OFFICIAL LAUNCH! Get yo SWAG on! www.BrazenFitnessSwag.com

OFFICIAL LAUNCH! Get yo SWAG on! www.BrazenFitnessSwag.com

Advertisements

Healthy Recipe of the Day!

Today’s recipe comes from the awesome Robin Romero. Healthy Lasagna! Doesn’t get much better than that!
http://www.facebook.com/PrissyLilBadAss

lasagna

Sliced zucchini and grilled on a pan till soft. Make the sauce from scratch with tomatoes, basil, garlic, salt and pepper. Put a layer of sauce, a layer of zucchini, a layer of 112g 96/4 ground beef, more sauce, another layer of zucchini, 112 g fat free cottage cheese, more sauce, 28 g 2% mozzarella. Baked at 375 for 30 minutes. Let cool and enjoy!

Veja benefícios da Zumba, aula aeróbica movida a ritmos latinos

Aula de fitness com músicas latinas queima de 300 a 800 calorias!

Atividade promete afinar a silhueta, definir os músculos e momentos de muita diversão. Tudo de maneira dançante!

Cansada dos treinamentos sempre iguais de aeróbica da academia? Chegou a hora de conhecer a zumba! A aula de fitness promete fazer você queimar calorias e tonificar os músculos dançando e fazendo movimentos ao ritmo de músicas latinas empolgantes como salsa, merengue, cumbia, reggaeton, cha cha cha, latin pop, samba, reggae, calypso e bachata. “Como é um ritmo derivado de músicas latinas, o gasto de calorias é alto e as aulas são com muita intensidade”, explica o educador físico Thiago Martinez.

Mas não precisa ficar assustada achando que não conseguirá entrar no ritmo. Quem pratica a zumba afirma que não é preciso saber dançar para começar as aulas. Há diversos tipos de passos e a atmosfera é propícia a se arriscar no rebolado, já que o clima é de pura festa.

Corpinho em forma

“A zumba favorece o corpo todo, porém age nas pernas e tronco com mais ênfase, devido às posturas específicas e passos marcados do ritmo latino”, afirma Martinez. De acordo com o profissional, essas áreas são mais torneadas porque esse tipo de exercício exige mais esforços e movimentos dos membros inferiores e da cintura.

Tal qual outras atividades aeróbicas, como andar de bicicleta e fazer aulas de jump, a zumba contribui para a queima (e muita!) de calorias, o que, aliado a uma alimentação balanceada, gera o emagrecimento. Segundo Martinez, uma frequência média de duas a quatro aulas por semana promove um gasto calórico que pode ser visto no espelho em cerca de dois meses. Convidativo, não?

Por que zumba?

“A vantagem é o momento lúdico que a atividade proporciona, além da promoção da saúde cardiovascular”, define o educador físico. Isso porque as aulas propiciam momentos de distração ao mesmo tempo de intensa atividade do organismo.

Esses são os principais motivos para experimentar a zumba, mas além disso é uma atividade física divertida, já que dançando e fazendo os movimentos você nem percebe que está se exercitando; é fácil, qualquer pessoa pode participar pois os passos são básicos; é diferente de tudo que já existiu nas academias; e o mais importante: é eficaz, já que ajuda a deixar seu corpo em forma.

Martinez destaca que a atividade não pode ser comparada à musculação, já que o exercício com aparelhos visa trabalhar músculos específicos, enquanto a zumba tem como objetivo o corpo todo, focando a parte cardíaca, similar às aulas de ginástica.

Como surgiu?

Devolver a diversão ao fitness. Foi o que fez o colombiano Alberto Perez, conhecido como Beto. O professor de aeróbica criou a modalidade por acaso, quando improvisou uma de suas aulas com músicas latinas que tinha no seu carro. Percebendo o sucesso da aula, o profissional passou a adaptar o formato, resultando no que conhecemos hoje como zumba. A fama de Beto ficou tão grande que até a cantora Shakira o contratou como coreógrafo de um de seus discos.

Em 2001, vivendo nos Estados Unidos, Beto juntamente com mais dois especialistas em exercícios físicos criaram o Zumba Fitness. Desde então, a modalidade se espalhou pelo mundo, e hoje está presente em cerca de 75 países.

Por Larissa Faria

Texto: Amanda Dias Consultoria: Thiago Martinez, educador físico especialista em correção postural.

Fonte: www.zumbabrasil.blogspot.com.br

Novidade no mercado, iogurte grego tem mais gordura que o tradicional

Recém-chegado às gôndolas dos supermercados –e forte candidato a virar mania– o iogurte grego tem até o dobro de calorias e três vezes mais gordura que o iogurte tradicional.

Um pote (100 g) do produto da marca Vigor tem 5,1 gramas de gordura saturada e 151 calorias, contra 1,3 grama de gordura e 58 calorias do tipo natural da mesma marca. Já o da Nestlé tem 113 calorias contra 74 do tradicional (sempre considerando a porção de 100 gramas), e quase a mesma quantidade de gordura.

As marcas lançaram campanhas neste mês divulgando as vantagens do iogurte, que já é velho conhecido nos Estados Unidos e na Europa. As principais diferenças em relação ao tradicional são a consistência mais firme e a menor acidez. “É como se fosse concentrado”, diz a nutricionista Cynthia Antonaccio, da Equilibrium Consultoria.

Editoria de Arte/Folhapress

O que garante a textura diferente é a gordura –o da Vigor tem creme de leite na fórmula. E todos já vêm adoçados, com açúcar mesmo.

“É um iogurte pesado”, afirma a nutricionista Lucyanna Kalluf, especialista em nutrição funcional. Para ela, a novidade só tem desvantagens. “Por ser um derivado lácteo, presume-se que seja saudável. Mas duas porções por dia desse iogurte são 300 calorias. Socorro.”

Para quem está de dieta, nem pensar. “Compensa muito mais tomar um copo de leite magro e comer uma fatia de queijo branco. Dá mais saciedade”, complementa.

O iogurte grego está sendo vendido em embalagens de 100 gramas, enquanto o tradicional vem em potes de 170 gramas ou 200 gramas. “Fizeram potes pequenos para o consumidor não assustar com o total de calorias”, opina a nutricionista Daniela Jobst.

“Tem que tomar cuidadoporque, em comparação com o normal, só aumenta o que é ruim: açúcar e gordura. E é a pior gordura que tem [a saturada], de origem animal.”

O novo iogurte pode, entretanto, funcionar para matar a vontade de comer doce. “Às vezes, a pessoa come algo light e acha que não comeu nada. Esse produto deve ajudar a segurar a onda, e é fonte de cálcio e de proteína”, afirma a nutricionista Antonaccio.

GORDO, MAS GOSTOSO

Por meio de nota, a Nestlé informou que o iogurte grego faz parte de uma nova categoria, “voltada para quem busca como principais atributos sabor e textura”. O produto não é vendido como sendo de baixa caloria, lembra.

A Vigor disse que sua proposta “é oferecer um produto superior do ponto de vista de cremosidade e sabor”. Segundo a nota, toda a gordura do iogurte vem do creme de leite, “que garante a textura”.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/1158487-novidade-no-mercado-iogurte-grego-tem-mais-gordura-que-o-tradicional.shtml

Musculação para idosos. Quais são os benefícios?

Os idosos devem praticar atividades físicas?

Até a pouco tempo pensava-se que o idoso não devia fazer exercícios. A musculação era vista apenas como uma maneira de adquirir um corpo bonito, musculoso e exuberante e praticada sobretudo por jovens. Mas esses conceitos vêm mudando radicalmente.

Na atualidade, a musculação é vista também como uma questão de saúde e de qualidade de vida e no idoso faz contrapartida à perda de massa muscular que tende a ocorrer nessa fase da vida, sobretudo nas pessoas sedentárias.

Qual o papel da musculação no organismo?

Descobriu-se que não é porque se envelhece que se pára, mas, ao contrário, que é porque se pára que se envelhece mais rapidamente. A antiga imagem passiva da “cadeira do vovô” vem sendo substituída pela concepção de uma vida mais dinâmica e ativa. Associada ao alongamento, a musculação melhora a flexibilidade, a força e o equilíbrio, reduz significativamente os riscos cardíacos, os riscos de quedas, aosteoporose e as incapacitações físicas, ajuda a prevenir ou solucionar o sobrepeso e melhora a postura e o condicionamento psíquico.

Algumas doenças que vêm junto com o envelhecimento como a osteoporose, a hipertensão arterial, odiabetes mellitus, as doenças degenerativas e as cardiopatias também podem se beneficiar dos exercícios. Assim, a musculação não só ajuda as pessoas a viverem mais como a terem uma melhor qualidade de vida.

Quando começar?

Com a progressão da idade, nossa estatura começa a diminuir, o arco do nosso pé se planifica, os desvios da coluna aumentam, a coordenação motora se faz mais difícil, o equilíbrio diminui, mais gordura é acumulada e perde-se massa muscular. A musculação pode minorar ou corrigir muitos desses males.

Quanto mais cedo ela for iniciada, melhores serão os resultados, mas ela pode ser começada a qualquer momento da vida, desde que os exercícios sejam perfeitamente adequados e orientados por um profissional habilitado e, de preferência, acompanhados por um personal trainer.

Antes de iniciar qualquer atividade física, o ideal é obter a avaliação e a orientação de um médico da usa confiança para evitar futuros problemas.

Quais são os principais benefícios da musculação para os idosos?

  • Aumenta a autonomia funcional da pessoa.
  • Permite retomar algumas atividades que já tinham sido abandonadas.
  • Em muitos casos complementa ou substitui a ação de medicamentos.
  • Fortalece os músculos e diminui a pressão sobre as articulações.
  • Ajuda na prevenção de muitas enfermidades como hipertensão arterial, diabetes mellitus, obesidade.
  • Melhora a auto-estima ao inserir ou reinserir a pessoa em novas atividades.

Depoimento/ Testimonial

deise
Deise Genesi Wentz – Bagé, Rio Grande do Sul
Aluna de Zumba

As aulas da professora Mariana são um bálsamo para a nossa alma,
ficamos tão absorvidas, que não vemos o tempo passar.
Sua dedicação e profissionalismo nos torna além de suas alunas,
suas admiradoras.
Por muito tempo sentiremos a laguna que ficará na academia
nas terças e quintas as 15:00 (hora das nossas inesquecíveis aulas de Zumba).
Obrigada Mariana pela dedicação e paciência conosco!

Depoimento/ Testimonial

lara
Lara Haddad – Ottawa, Ontario, Canada
Personal Training Client
There is so much to write about Mariana and it is all positive!
I started training with her just before my wedding sometime
in April 2011. I had never had a Personal Trainer before and
now that I have worked with Mariana, I can’t imagine working
out without one! I definitely saw results and toned nicely before
the wedding and felt stronger than I had ever felt before.

After a few months of training, I found out that I was pregnant!
To this day, I feel that having been physically active helped me
conceive more easily. She has taught me so much about my own
body awareness and what my pregnant body can still do!
I had a great pregnancy and I’m sure that it helped decrease any
possible pain in my back that could have been associated with
the baby weight gain. Mariana knew so much about how to cue me
to have the right alignment and posture while working out.

She also has wonderful interpersonal skills and keeps things entertaining
too so it makes the time pass quickly, especially when things are difficult.
She has given me confidence that my body is stronger than I thought and
I am confident that staying on the exercise path is a must and I will be
integrating it into my life. I believe that exercising throughout my pregnancy
led me to have a smoother delivery and quicker recovery post baby as well.

I want to thank her so much for everything she has done. I don’t think I can
ever repay her for all her expertise and help but I know that she will continue
to inspire others and change lives for the better in Brazil.

I would never hesitate to recommend Mariana as a Personal Trainer and
particularly as a Trainer with skills in pre-natal exercise programs
and I want to wish her all the best in her future endeavors!

Depoimento/ Testimonial

erin

Erin Wall – Ottawa, Ontario, Canada
Group Ex participant
Group exercise is always hit or miss. At the end of the day
it comes back to the quality of the instructor.
As soon as I did Mariana’s first class (I think at the time it was BodyCombat),
I knew I’d be back for more.
I then turned into what can only be described as a stalker.
Any class Mariana taught, I was there
(Zumba, BodyJam, BodyCombat, BodyPump…you name it, I was there).
She is that good! You will leave her classes feeling energetic and happy.
What more can a person ask for? Ottawa misses her. She is certainly Brazil’s gain.

Erin Wall – Aluna de aulas de ginástica em Ottawa, Ontario, Canadá
Aulas de gináticas boas, dependem muito do professor.
A primeira vez que eu fiz aula com a Mariana (eu acho que foi uma aula
de BodyCombat), eu sabia que eu ia voltar para fazer muito mais.
Eu virei uma espécie de “perseguidora.” Qualquer aula que a Mariana estava
ensinando, eu estava lá (Zumba, BodyCombat, BodyJam, BodyPump…qualquer uma, estava lá!)
Ela é tão boa assim! Você sairá das aulas se sentindo energética e feliz.
Existe coisa melhor que isso? Ottawa sente falta dela. Ela é um ganho para o Brasil.

What happens when you’re not eating ENOUGH calories?

When most people start dieting, they slash their calories and add a large amount of exercise to their daily routine. That’s fine, but they usually cut their calories way too low. Add in the extra exercise, and all of a sudden you have an extreme calorie deficit that is working against you.

Not eating enough calories causes many metabolic changes. Your body is a smart machine and senses a large decrease in dietary energy. Your large calorie deficit might work for a few days or even weeks, but eventually your body will wake up and sound alarms that it needs to conserve energy. It doesn’t want to just waste away. It needs that energy (fat) to survive. So, what does your body do when it senses prolonged energy restriction? Not eating enough calories…

  • Slows down thyroid production – Your thyroid is responsible for fat, carbohydrate, and protein metabolism among other things. Your body has the ability to slow down thyroid output in an effort to maintain energy balance [1].
  • Decreases muscle mass – Muscle is highly calorie intensive to maintain. In a prolonged extreme calorie deficit, it is one of the first things that your body looks to get rid of. Your body needs the fat, wants the fat, and the muscle can be spared. It breaks down the muscle tissue and uses it for energy.
  • Lowers testosterone levels – An important hormone for both men and women,testosterone is just one of many hormones that are affected with severe calorie restriction[2]. Testosterone is anabolic to muscle tissue. Without it, it becomes that much harder to maintain, let alone put on muscle mass.
  • Decreases leptin levels – Leptin is one of many energy regulating hormones. More importantly, it’s a “hunger” hormone that tells you whether to eat or not. High leptin levels signal that it’s OK to stop eating, while low leptin levels are a signal to eat more energy. Because of this, leptin levels decrease in calorie restricted environments [3].
  • Decreases energy levels – There are many physical actions your body takes when you’re not eating enough calories to lose weight, but there are also some mental ones. Neurotransmitter production is limited, which can lead to a lack of motivation. It’s your body’s way of telling you to “slow down” – conserve your energy.

How Many Calories Should You Be Eating?

Your goal should be to eat as many calories as possible and still lose weight. You always want to start high and then come down with your calorie intake. It’s much easier to do this than come up in calories after your weight loss has stalled and you’ve lost all your motivation. How many calories should you eat? There is no perfect number. Each person’s metabolism is different. Calorie calculators are a good starting point, but they can’t take into account all the individualistic variables.

To do that, you need to find your calorie intake either through:

  • Measure it with a device – I personally use the BodyMedia FIT Armband to determine my calorie burn. You can read more about it here. I’ve found it to be accurate within a 10% margin of error.

The problem is most people want the weight gone, and they want it gone now. Weight loss is a patience game. It takes time and consistency to make it work. Losing 2lbs per week is the most I would aim for. At this pace, it will ensure that the majority of your weight loss is coming from stored body fat instead of muscle. You will also give yourself the best chance to build muscle while you lose fat, which is what you should be striving to do. To find out what portion of your weight loss is fat and what portion is muscle, I highly recommend you pick up a $5 pair of body fat calipers to measure your body composition. It will make weight loss much easier if you can hold onto your muscle, or even put some on in the process.

So if your progress has stalled, but you think you’re eating the right foods and exercising intensely, more than likely your problem is that you’re not eating enough calories to lose weight. Eat as much as you can, get in as many nutrients as possible, and your weight loss will start moving forward again.

Reference: http://www.coachcalorie.com/not-eating-enough-calories-to-lose-weight/